domingo, 7 de dezembro de 2014

O SOL DO VERBO: OS ENSINAMENTOS DE JESUS, O MESTRE DOS MESTRES - O CRISTO CÓSMICO (*)

Não julgueis para não serdes julgados. Pois com o julgamento com que julgais sereis julgados, e com a medida com que medis sereis medidos. Caso teu irmão peque contra ti sete vezes por dia e sete vezes retorne, dizendo ‘Estou arrependido’, tu o perdoarás. Por que reparas no cisco que está no olho do teu irmão, quando não percebes a trave que está no teu? Àquele a quem muito se deu, muito será pedido, e a quem muito se houver confiado, mais será reclamado. Amai vossos inimigos, fazei o bem e emprestai sem esperar coisa alguma em troca. Será grande a vossa recompensa, e sereis filhos do Altíssimo. A quem te ferir numa face, oferece a outra; a quem te arrebatar o manto, não recuses a túnica. Bendizei os que vos amaldiçoam, orai por aqueles que vos difamam. Aquele que se exaltar será humilhado, e aquele que se humilhar será exaltado. Tudo aquilo que quereis que os homens vos façam, fazei-o vós a eles. Àquele que quer pleitear contigo, para tomar-te a túnica, deixa-lhe também o manto; e se alguém te obriga a andar uma milha, caminha com ele duas. Dá ao que te pede e não voltes as costas ao que te pede emprestado. Ninguém tem maior amor do que aquele que dá a vida por seus amigos. É de dentro do coração dos homens que saem as intenções malignas. A boca fala daquilo de que o coração está cheio. O homem bom, do seu bom tesouro tira coisas boas, mas o homem mau, do seu mau tesouro tira coisas más. Este é o meu mandamento: amai-vos uns aos outros como eu vos amei. Cuidado para que vossos corações não fiquem pesados pela devassidão, pela embriaguez, pelas preocupações da vida. Tudo é possível àquele que crê. Todos os que pegam a espada pela espada perecerão. Não vos preocupeis com o dia de amanhã, pois o dia de amanhã se preocupará consigo mesmo. A cada dia basta o seu mal. Não temais os que matam o corpo, mas não podem matar a alma. Que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro e arruinar sua própria vida? Se um cego conduz outro cego, ambos acabarão caindo num buraco. Vós me chamais Mestre e Senhor, e dizeis bem, pois eu o sou. Se, portanto, eu, o Mestre e o Senhor, vos lavei os pés, também deveis lavar os pés uns aos outros. Dei-vos o exemplo para que, como eu vos fiz, também vós o façais. Sabeis que os governadores das nações dominam e os grandes as tiranizam. Entre vós não deverá ser assim. Ao contrário, aquele que quiser tornar-se grande entre vós seja aquele que serve. Felizes os que promovem a paz, porque serão chamados filhos de Deus. Amai vossos inimigos e orai pelos que vos perseguem, pois Deus faz nascer o seu sol igualmente sobre maus e bons e cair a chuva sobre justos e injustos. Não jureis em hipótese alguma. Seja o vosso ‘sim’, e o vosso ‘não’, não. Quem faz o mal odeia a luz e não vem para a luz, para que suas obras não sejam demonstradas como culpáveis. Mas quem pratica a verdade vem para a luz, para que se manifeste que suas obras são feitas em Deus. É pelo fruto que se conhece a árvore. Deixai as crianças e não as impeçais de vir a mim, pois delas é o Reino dos Céus. Ao homem pode ser impossível, mas a Deus tudo é possível. Os últimos serão primeiros, e os primeiros serão últimos. Não ajunteis para vós tesouros na terra, onde a traça e o caruncho os corroem e onde os ladrões arrombam e roubam, mas ajuntai para vós tesouros no céu, onde nem a traça, nem o caruncho corroem e onde os ladrões não arrombam nem roubam; pois onde está vosso tesouro aí estará também vosso coração. Precavei-vos cuidadosamente de qualquer cupidez, pois, mesmo na abundância, a vida do homem não é assegurada por seus bens. Trabalhai, não pelo alimento que se perde, mas pelo alimento que permanece até a vida eterna. Não vos preocupeis com a vossa vida quanto ao que haveis de comer; nem com o vosso corpo quanto ao que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o alimento e o corpo mais do que a roupa? Olhai as aves do céu: não semeiam, nem colhem, nem ajuntam em celeiros. E, no entanto, vosso Pai celeste as alimenta. Ora, não valeis vós mais do que elas?
(*) Fonte: BÍBLIA DE JERUSALÉM – A BASE DA DOUTRINA CRISTÃ. Padre Paulo Bazaglia.