quinta-feira, 10 de março de 2011

A PAISAGEM SOU EU




A imensidão desta paisagem
me fez visualizar minha almaladazul.
Eu mesmo introjetado nela.
Ela - latente - dentro de mim,
larga, abrangente, expansiva, verde.
Asas do Vento soprando a PAzul
dos campos perenes pousos.
Repouso do alado coração.

A paisagem é um espelho multiforme
onde me reflito e me reflete.
A paisagem é uma porta
aberta ou fechada
onde a inspiração é a chave-mestra.

Ir além, retratá-la.
A paisagem sou eu.
Eu sou a paisagem.
Anímica passagem.
Basta usá-la, eu.

(Copy-desk by EUGENIO SANTANA, FRC - Escritor com obras publicadas, Jornalista profissional de mídia impressa, Publicitário, Editor, Poeta, Copidesque, Revisor de textos, Relações Públicas, Coordenador de RH, Consultor de negócios, Gestor comercial e Ensaísta literário.)

Nenhum comentário:

Postar um comentário