quinta-feira, 10 de junho de 2010

NINGUÉM MUDA NINGUÉM


Parem com a necessidade neurótica de mudar os outros. Ninguém muda ninguém. Quem cobra demais dos outros que de si mesmo está apto para trabalhar numa financeira, mas não com os seres humanos. Onde estão os flexíveis? Em que espaço estão os que são amigos da tolerância? Onde estão os que lapidam seu mau-humor e ansiedade? Onde estão os que agem com doçura quando contrariados ou frustrados? Viver bem se deve mais à arte de saber perder do que de saber ganhar. Esperar muito dos outros é um barco furado.

(EUGENIO SANTANA, FRC - Copidesque/Fragmento.)

Nenhum comentário:

Postar um comentário