terça-feira, 16 de março de 2010

TATUAGEM DO BEM-QUERER


BEM-VINDOS – os que ousam sair pelas ruas a transpirar bom humor e trazem no peito a intuitiva tatuagem do bem-querer, os sentimentos de compaixão, solidários à dor alheia e cultivam a alma em perene infância.
São bem-vindos os que se resguardam em câmaras secretas para reaprender a gostar de si e, diante do espelho, descobrem-se belos na face do próximo; os ébrios de transcendência e também os que se embebedam de clarividência, e os filhos da generosidade que dormem acobertados pela compaixão. E quem corrige o equívoco do poeta e sabe que o amor não é eterno enquanto dura, mas dura enquanto é terno. (Eugenio Santana – fragmentos da utopia)

Nenhum comentário:

Postar um comentário